Wednesday, May 30, 2007

Biocombustível - Transição ?

Temos acompanhado rescentemente um certo furor quando se fala em biocombustível, como álcool e outros. Mas será a solução final para substituição dos combustíveis fósseis ou apenas como transição para um novo combustível?

De forma sensata e em escala modesta, a queima de madeira ou resíduos agrícolas para obter calor ou energia não é encarado como uma ameaça a Terra, mas devemos ter idéia que a coleta de biocombustível em larga escala é uma ameaça. O biocombustível só é considerado renovável enquanto não exerce nenhum efeito sobre o ciclo natural do carbono. Os biocombustíveis são especialmente perigosos por ser fácil demais cultivá-los em substituição ao combustível fóssil, pois demandam por uma área de terra ou oceano bem maior do que a Terra pode oferecer. Se é perigoso obter energia queimando carbono fóssil em oxigênio fóssil, imaginar que quantidades semelhantes de energia podem ser obtidas, de forma livre e segura, dessa fonte tão aplaudida de energia renovável também é. Temos de descartar o ensinamento antiquado da ciência e religião e começar a ver a superfície de florestas como algo que evoluiu para atender ao "metabolismo" do planeta - algo insubstituível. Já nos apossamos de mais de metade da terra produtiva para cultivar nossos alimentos. Como podemos presumir que o clima na Terra ficará regulado se utilizarmos mais e mais terra, antes florestas, para produzirmos biocombustíveis? Sem contar que a população mundial continua a aumentar e a demandar terra para produção de alimentos.

Por isso acredito que os biocombustíveis deveriam ser encarados como fontes renováveis de transição para uma nova fonte de energia que possa ser largamente utilizada, sem prejuízos ao meio-ambiente como talvez o hidrogênio.
Veja também:

3 comments:

Anonymous said...

Biocombustível como o álcool por exemplo, tem causado elevação dos preços do milho no Estados Unidos, onde o incentivo para extrair álcool do milho tem aumentado substancialmente!

Paulo said...

Se utilizarmos o biocombustível para suprir a necessidade de energia do planeta, precisaremos de outro planeta...

Paulo

Marcello said...

Paulo, o biocombustível deve ser tratado como energia de transição para outras mais eficientes e menos poluidoras, mas não como a solução para todos os nossos problemas de energia.

[]s