Wednesday, July 26, 2006

Bovespa - Cursos e Desempenho Setorial

Aproveitando que a última mensagem foi sobre o mercado de fusões e aquisições e principalmente sobre valorização de ações, achei interessante continuar o assunto mencionando um curso que foi ministrado pela Bovespa na última terça dia 25 de julho em parceria com o caderno Folhainvest da Folha de São Paulo. O curso se intitulava " A estrutura do mercado de ações" e dava uma introdução à Bovespa, ao mercado de ações e à CBLC - Companhia de Brasileira de Liquidação e Custódia.

Para quem quiser participar de cursos semelhantes, a Bovespa tem um projeto intitulado "Projeto Educar" que dá uma introdução ao funcionamento do mercado de ações. Recomendo altamente às pessoas que quiserem investir neste mercado, estudantes universitários e interessados em geral. Para quem achou interessante, pode visitar o site da Bovespa e procurar por maiores informações. Para quem não tiver tempo para ir ou que mora em outro Estado, o site também disponibiliza cursos on-line.

Falemos agora um pouco do ranking setorial disponibilizado pela Bovespa. Este ranking indica o comportamento dos 15 setores mais representativos da Bolsa (que hoje é composta por 231 empresas). O setor Financeiro novamente apresentou o maior valor de mercado ao final do primeiro semestre deste ano, atingindo R$ 276,5 bilhões (crescimento de 58,4% em comparação ao mesmo período do ano passado). Valor de mercado, só para esclarecer, é o valor da ação multiplicado pela quantidade de ações disponíveis.

Chama a atenção o setor que representou o desempenho em lucratividade do setor elétrico: alta de 61,4%. Dentre todos os setores analisados este foi o mais lucrativo. Doze setores analisados ainda apresentaram performance acima do Ibovespa: Energia Elétrica (+ 61,4%); Papel e Celulose (+58,6%); Transporte (+55%); Máquinas e Equipamentos (+45%); Siderurgia (+32%); Financeiro (+24,2%); Comércio (+23,1%); Construção e Engenharia (+21,8%); Eletrodoméstico (+17,2%); Petróleo e Gás (+13,7%); Tecidos, Vestuário e Calçados (+10,2%); Alimentos (+10,0%). Abaixo, ficaram Mineração (+8,6%), Telecomunicações (+3,6%), e Petroquímica (-12,9%).

3 comments:

Marcello said...

Claudia, alguns dos setores que vc apresentou foram surpresas para mim, como por exemplo Papel e Celulose que ficou muito acima de Petróleo e Gas! Acima até do Financeiro. Acho que precisamos de dicas boas como esta do Bovespa que vc passou para termos acesso a informações corretas e completas.
t+

Leonardo said...

super válido este post.. na verdade nao sei o pq nao eh divulgado este tipo de informação... com isso a Bovespa poderia trazer mais interessados aumentado o volume de compra e venda... mesmo que nao seja com valores gigantescos

Paulo said...

Interessantíssimo isso...